Obras de reforma do gramado do Mangueirão serão iniciadas em junho

 

As obras de reforma do gramado do Estádio Olímpico do Pará (o Mangueirão) começarão no início de junho, com prazo de 90 dias para serem concluídas. O resultado da licitação foi divulgado na última quinta-feira (22), e publicado no Diário Oficial da União e no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (23). A reunião entre membros da Comissão Permanente de Licitação, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), e representantes das três empresas de projetos de implantação, manutenção e produtos para gramados e paisagismo habilitadas ao processo, foi realizada na manhã do último dia 15 de maio, quando foram abertos os envelopes com as propostas de cada companhia.

A empresa ganhadora da licitação é a Green Gramados Esportivos, de Belo Horizonte (MG), que teve a melhor proposta financeira. As outras duas concorrentes são de São Paulo. A reunião teve duas etapas. Na primeira, de abertura e análise dos documentos de habilitação, foi verificado se a documentação das empresas estava em ordem, conforme o edital de licitação. Em seguida, as três propostas foram analisadas.

Tecnologia - A Green Gramados Esportivos tem em seu portfólio as arenas esportivas de Minas Gerais, como a do Mineirão, em Belo Horizonte, e do Uberabão, na cidade de Uberaba, no qual foram executadas obras nos mesmos padrões adotados pela Fifa para a Copa do Mundo de 2014.

Segundo seus representantes, a empresa utiliza a mais alta tecnologia para um correto preparo do Top Soil, uma capa selante que ajuda na estabilização e impermeabilização do solo, além de inibir a suspensão de partículas. A empresa também é responsável pela drenagem, irrigação e programas de fertilização específicos, utilizando a mais apropriada variedade de grama para o clima.

A empresa utiliza em seus projetos maquinário próprio, usados na preparação do solo, no plantio do gramado e na manutenção. Apesar de também construir gramados de arenas, a principal especialidade da Green é a recuperação de gramados.

A diretora geral do Estádio Olímpico do Pará, Cláudia Moura, disse que, “com a troca do gramado, o Mangueirão estará apto a receber jogos de qualquer importância, como um estádio compatível com as novas arenas do Brasil”.

Para David Lins, um dos sócios da Green Gramados Esportivos presente à reunião, o trabalho será intenso. “A nossa intenção é substituir o gramado do estádio Mangueirão pela grama do padrão certificado pela Fifa, no qual o atleta terá resguardada sua integridade física, para que não haja lesões devido ao gramado, melhorando a qualidade e favorecendo tanto o atleta quanto o rolamento da bola”, acrescentou David Lins.

Para ele, o clima de Belém ajudará na conservação do gramado. “A reforma trará melhorias para o estádio, desde a parte de irrigação, aliada à beleza do gramado, prezando pela perfeição. O clima desta região, no meu ponto de vista, é favorável, pois o gramado precisa de sol e água, o que é um casamento perfeito. Mas o forte período de chuvas na região fará com que o trabalho seja focado um pouco mais na drenagem”, informou.

Catracas - A obra de substituição do gramado inclui a retirada de toda a grama existente e drenagem da área. O nivelamento será feito a laser para a colocação do novo gramado. Será implantado um sistema de irrigação automatizado, com um conjunto de moto bombas que fará a drenagem da água da chuva.

A empresa também será responsável pela demarcação do campo. O estádio ainda receberá melhoria na parte estrutural, com a modernização das catracas eletrônicas e revitalização da pintura e correção das infiltrações.

Se o Clube do Remo for o vencedor da disputa com o Paysandu na próxima quarta-feira (28), será o campeão estadual de futebol, já que venceu o primeiro turno. Se o Paysandu empatar com o Remo, nesse jogo, por qualquer resultado, ele vencerá o returno, e a decisão do campeonato terá mais dois clássicos.

A duas situações no campeonato vão definir o início das obras. Caso haja mais duas partidas decisivas, o último clássico Re x Pa, do qual sairá o campeão paraense 2014, será disputado no domingo (8). As obras no gramado começarão logo em seguida.

Dedé Mesquita
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer