Leão Azul de “Cabeça” feita

Sérgio Cabeça reassume diretoria e Vandick limitou-se em retribuir cumprimentos
Presença de Leo França, secretário adjunto da SEEL (à esquerda) na cerimônia de posse do presidente do Clube do Remo.

A posse de Sérgio Cabeça, como presidente do Clube do Remo, foi prestigiada por quase 100 pessoas, dentre os ilustres que apreciaram o bom momento, representando a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, o Sr. Leo França, Secretário Adjunto da Seel e o presidente da Federação Paraense de Futebol, o Sr, Antonio Carlos Nunes, sócios e por um grupo de torcedores.

Sérgio Cabeça, em discurso, aproveitou para agradecer a Ronaldo Passarinho, diretor jurídico do clube por ter se empenhado para subtrair os encargos trabalhistas do Leão Azul.

O presidente reeleito ressaltou que pretende por fim nas dívidas do clube e almejar vaga na Série D, adiantou que se empenhará ainda mais, para conquistar vaga na Série C. “O Remo, no momento, é um clube que está se estruturando e vamos aproveitar esta oportunidade de trabalho para estruturá-lo ainda mais”, declarou Cabeça acrescentando mais,”Temos agora o meu vice-presidente, Zeca Pirão, e o Maurício Bororó assumindo postos no clube e o Sérgio Dias retornando ao futebol mas de modo geral a maioria dos cargos diretivos não deve sofrer mudanças”.

Na ocasião, o presidente do Paysandu, Vandick Lima, na tentativa de retribuir o gesto de Sérgio Cabeça ao cumprimentá-lo na cerimônia de sua posse, preferiu evitar desconforto com um grupo de torcedores concentrados na recepção. Vandick cumprimentou o presidente azulino antes, fora do evento.

Marco Souza – Ascom/Seel