Jatene homenageia Alan Fonteles e anuncia criação de centro de treinamento

“Receber esta homenagem é um orgulho e ao mesmo tempo a realização de um sonho. Tudo que eu sempre sonhei foi poder um dia representar bem o meu país e principalmente o meu Estado”, disse o atleta paralímpico Alan Fonteles, medalhista de ouro nas Paralimpíadas de Londres, ao receber das mãos do governador Simão Jatene, a mais elevada honraria do Estado a personalidades merecedoras da admiração do Governo e do povo paraense, a Comenda da Ordem do Mérito Grão Pará, na manhã desta segunda-feira, 17, no auditório do Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. Veja as fotos, clique aqui!

O evento contou com a presença do secretário Marcos Eiró, titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), que lançou Alan Fonteles no atletismo, através do antigo projeto "Papo Cabeça". Alan iniciou os treinamentos aos oito anos de idade, na Escola Superior de Educação Física e, depois, no Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), onde ele treinou até o final do ano passado, quando se juntou à equipe brasileira permanente paralímpica.

Durante a cerimônia da entrega da comenda, o atleta fez um pedido ao governador. “Queria pedir para que o senhor cuidasse de todos os atletas paralímpicos paraenses e que ajude oferecendo mais estrutura e mais incentivo para eles”. A reposta positiva foi dada por Simão Jatene. “Nós já estamos com um projeto em fase de conclusão da criação de um centro de treinamento e reabilitação para pessoas portadoras de deficiência. O nosso objetivo é que este centro se torne referência nacional para os atletas especiais”, garantiu o chefe do Executivo.

O centro deverá funcionar no antigo terminal hidroviário – obra que não foi finalizada pelo governo anterior - na rodovia Artur Bernardes. A previsão é que ainda no final deste ano o projeto da construção do centro seja concluído e que comece a funcionar em 2013. Na plateia, os atletas paralímpicos paraenses que compareceram ao evento ficaram satisfeitos com o anúncio feito pelo governador. “Ouvir que o governo irá construir um local para que nós possamos treinar e nos tornar grandes atletas, assim como o Alan se tornou, é um sonho. Tenho certeza que com incentivo nós poderemos chegar ainda mais longe”, disse a atleta Estefany Maria da Silva, 16 anos, deficiente visual que conquistou duas medalhas de ouro na última Paralimpíadas Escolares, realizada em São Paulo.

Homenagem

Com um discurso emocionado, o governador parabenizou Alan Fonteles e afirmou que a entrega da medalha da Ordem do Mérito Grão Pará ao atleta tem vários significados. “Não representa apenas a entrega de uma comenda a um paraense guerreiro, mas também a capacidade de superação do ser humano. Ao conceder esta medalha estamos homenageando todas as pessoas que enfrentam seus limites. Quem impõe limites às pessoas com deficiência é a própria sociedade, por isso, uma sociedade unida e desenvolvida contribui para que todos os cidadãos realizem seu potencial. Tenho clareza dos limites que o Alan teve que superar, mas a vitória dele mostra que o Estado que ele vive tem como sua maior riqueza sua gente e no peito de cada paraense bate um vencedor. Essa pode parecer mais uma medalha, mais tem o carinho, o amor, a compreensão e a admiração de todo o povo paraense pelo feito e pela capacidade de superação que ele teve e que todos nós devemos nos espelhar”, enfatizou Simão Jatene.

Alan Fonteles agradeceu a homenagem do governo e falou sobre suas expectativas para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. “Em 2016, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, eu quero poder dar de novo essa alegria a todo o Estado do Pará. E quando as olimpíadas terminarem, eu pretendo voltar a treinar na pista onde eu comecei e dei meus primeiros passos como atleta, que foi o Estádio Olímpico do Mangueirão”, concluiu.

Agência Pará