GP Brasil Caixa Pará de Atletismo leva público expressivo ao Mangueirão

 O segundo domingo de agosto, Dia dos Pais, em Belém, além das celebrações de praxe, foi também para que o público paraense pudesse ver a garra, força, esforço e técnica de integrantes da modalidade atletismo do Brasil e do exterior, durante a realização do 30º Grande Prêmio Brasil Caixa Pará de Atletismo, realizado pela manhã no Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão).

Mais uma vez, Belém apoiou o atletismo, com a presença de 17.513 torcedores no Mangueirão. O Grande Prêmio de Atletismo é uma organização da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL) e da Federação Paraense de Atletismo (FPAt). É a 13a vez em o que evento ocorre em Belém, sempre com entrada gratuita.

Este ano, a grande atração do GP de Atletismo foi o atleta jamaicano Asafa Powell (foto abaixo), especialista na prova do 100 metros rasos, na qual já foi recordista mundial. Foi a primeira vez que o atleta concorreu no Brasil. E ele correspondeu às expectativas, sendo o vencedor na prova com o tempo 10.02, baixando o último tempo dele que fora de 10.15, em 2013.

"Foi muito bom competir aqui, com o apoio do público", disse Powell, de 31 anos. "Estava preocupado com o Marvin Bracy, que é jovem e vem conseguindo boas marcas", prosseguiu o velocista, a respeito do norte-americano que ficou em segundo lugar com 10.14. O terceiro foi Dentarius Locke, também dos Estados Unidos, com 10.17.

"Estou gostando muito de Belém e ainda hoje quero experimentar açaí", brincou, ao responder a pergunta de jornalistas locais, na zona mista do estádio. "Agora quero melhorar minha marca este ano e iniciar uma séria preparação para buscar um lugar na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro", completou Asafa.

Provas - O paulista Fábio Gomes da Silva comemorou muito a conquista da medalha de ouro no salto com vara no GP. Ele saltou 5,50 m, seu melhor resultado de 2014. "Estou de volta", resumiu, feliz, com a vitória.

No GP Brasil do ano passado, também no Mangueirão, Fábio sofreu uma grave lesão no tendão calcâneo. Precisou passar por uma delicada cirurgia e ficou fora da temporada 2013, inclusive do Mundial de Moscou, para o qual estava qualificado.

Outra boa prova foi a do salto triplo feminino, que teve a vitória da colombiana Yosiri Urrutia, com 14,24 metros. Ela já havia vencido na semana passada a prova no Campeonato Ibero-Americano, em São Paulo. "Estou muito feliz com a minha sequência de resultados", lembrou.

O pódio foi completado pelas brasileiras Keila Costa, com 14,13 metros, e Tania Ferreira da Silva, com 14,04 m. Elas conseguiram as melhores marcas do ranking nacional deste ano.

Nas provas dos 200 metros, tanto no masculino como no feminino, o vento contra impediu melhores marcas. No masculino, Antoine Adams, de São Cristóvão e Nevis, venceu por 20.79 segundos, enquanto que no feminino a vencedora foi a norte-americana Tiffany Towsend, com 23.17. "A prova foi difícil, mas a marca acabou não sendo boa. Estou feliz, porém, com a vitória", comentou Antoine Adams, que treina em Houston, nos Estados Unidos.

A brasileira Ana Cláudia Lemos ficou com a prata nos 200 metros rasos. "Estou voltando depois de algum tempo parada e preciso ter paciência para alcançar os resultados desejados. Acho que isso é questão de semanas", afirmou a cearense. Ana perdeu a prova dos 100 metros para a americana Bárbara Pierre, mas foi uma das mais festejadas pelo público que a parava para fotos e autógrafos.

Nos 400 metros, o domínio foi brasileiro. O gaúcho Anderson Henriques, finalista no Mundial de Moscou, foi o vencedor, com 45.52, comprovando a boa fase, já que ganhou na semana passada o Ibero-Americano no Ibirapuera. "Tenho certeza de que estou no caminho certo", disse. "O objetivo é voltar a correr abaixo dos 45 segundos."

Evento - A 30ª edição do Grande Prêmio Brasil Caixa Pará, que foi assistida pelo presidente da Diamond League, o principal circuito de competições da IAAF, o tcheco Petr Stastny, reuniu 120 aletas - sendo 75 homens e 45 mulheres - de 20 países. Representantes de 15 nações foram ao pódio, sendo que de nove deles conquistaram a medalha de ouro.

O vice-presidente da CBAt, Warlindo Carneiro da Silva Filho, que representou o presidente da entidade, José Antonio Martins Fernandes, mostrou-se satisfeito com o nível da competição. "Tivemos mais uma vez uma excelente organização e o fundamental apoio da Caixa, nosso patrocinador, e do Estado do Pará. Com isso, os resultados foram muito bons", comentou.

Para a secretária de Esporte e Lazer do Pará, Renilce Lobo Nicodemos, a realização do GP de Atletismo lhe deu uma grata satisfação. Ela fez pessoalmente todas as entregas de medalhas. "Ver o Mangueirão, o qual estamos revitalizando, receber esse povo paraense que é famoso por sua hospitalidade e calor, nos traz uma satisfação do dever cumprido. Todos na Seel, e com apoio de outras secretarias, fomos incansáveis para o sucesso que estamos vendo aqui no evento", disse a secretária.

Sorteio - O GP de Atletismo, como reza a tradição do evento, foi encerrado com o sorteio de um carro zero quilômetro. E o automóvel saiu no primeiro número sorteado, o 71811. O Corsa Classique de cor branca foi para o senhor Reginaldo Teixeira Araújo, morador do bairro do PAAR, em Ananindeua (foto abaixo).

Ele demorou alguns minutos até chegar ao centro do gramado do Mangueirão. Estava acompanhado dos dois filhos, um de 7 anos e outro de 11. 'Seu' Reginaldo é taxista e estava muito emocionado. "Quase não acreditei. Aliás, ainda não estou acreditando. Eu sempre vim ao GP de Atletismo, gosto de prestigiar os atletas, e acho que hoje a sorte esteve do meu lado", disse Reginaldo, que recebeu as chaves do carro das mãos da secretária Renilce Nicodemos e do coordenador técnico da CBAt Martinho Nobre dos Santos.

Pódio 30º Grande Prêmio Brasil Caixa Pará 2014

Lançamento do dardo feminino
1º Jucilene Sales de Lima (BRA) 61,99 m - RB
2º Rafaela Torres (BRA) 56,60 m
3º Laila Ferrer (BRA) 55,91 m

Salto em distância masculino
1º Mauro Vinicius (BRA) 7,74 m
2º Higor Alves (BRA) 7,72 m
3º Paulo Oliveira (BRA) 7,62 m

Salto com vara masculino
1º Fábio Gomes da Silva (BRA) 5,50 m
2º João Gabriel Sousa (BRA) 5,40 m
3º German Chiaraviglio (ARG) 5,35 m

400 m com barreiras masculino
1º Mahau Suguimati (BRA) 49.09
2º Eric Alejandro (PUR) 49.11
3º Justin Gaymon (USA) 49.53

100 m feminino
1º Bárbara Pierre (USA) 11.29
2º Tiffany Townsend (USA) 11.39
3º Rosangela Santos (BRA) 11.47

Arremesso do peso feminino
1º Cleopatra Borel (TTO) 18,29 m
2º Natalia Ducó (CHI) 17,55 m
3º Geisa Arcanjo (BRA) 17,54 m

100 m masculino
1º Asafa Powell (JAM) 10.02
2º Marvin Bracy (USA) 10.14
3º Dentarius Locke (USA) 10.17

3.000 m masculino
1º John Kipkoech (KEN) 7:56.36
2º Younés Essalhi (MAR) 7:56.50
3º Marvin Blanco (VEN) 7:58.13

Lançamento do disco masculino
1º Maurício Ortega (COL) 59,75 m
2º Markus Munch (GER) 59,00 m
3º Ronald JulIão (BRA) 57,68 m

3.000 m com obstáculos feminino
1º Buzuayeauhu Mohamed (ETH) 9:55.22
2º Muriel Coneo (COL) 10:00.01
3º Angela Figueiroa (COL) 10:13.47

Salto triplo feminino
1º Yosiri Urrutia (COL) 14,24 m
2º Keila Costa (BRA) 14,13 m
3º Tania da Silva (BRA) 14,04 m

400 m masculino
1º Anderson Henriques (BRA) 45.52
2º Pedro Luiz Burmann (BRA) 45.73
3º Peterson dos Santos (BRA) 46.68

800 m feminino
1º Anastasia Bazdyreva (RUS) 2:03.83
2º Jessica dos Santos (BRA) 2:05.56
3º Tatiana Raquel da Silva (BRA) 2:07.03

800 m masculino
1º Rafith Rodriguez (COL) 1:45.81
2º Job Kinyor (KEN) 1:46.05
3º Sammy Kirongo (KEN) 1:47.30

200 m feminino
1º Tiffany Townsend (USA) 23.17
2º Ana Claudia Lemos (BRA) 23.28
3º Miki Barber (USA) 23.63

200 m masculino
1º Antonie Adams (SKN) 20.79
2º Maurice Mitchell (USA) 20.93
3º Aldemir Gomes Junior (BRA) 21.04

Dedé Mesquita - Ascom/ SEEL

Foto - Sidney Oliveira/ Agência Pará de Notícias