Ginastas paraenses ganham medalhas de ouro e bronze no Maranhão

A paraense Thayná Dantas, de 12 anos, foi medalha de ouro no XXVII Torneio Nacional de Ginástica Artística que aconteceu em São Luis, no Maranhão. Na categoria individual infantil, ela competiu com outras 50 atletas de 17 Estados e de 32 clubes. Thayná treina no polo Propaz da Universidade Estadual do Pará (Uepa) desde os cinco anos e em 2013 começou a receber apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), através do Projeto Bolsa Talento. “Quando eu era pequena vi a modalidade na televisão e pedi para a minha mãe para praticar”, relembra Thayná sobre os seus primeiros contatos com a modalidade. Mais de 250 ginastas participaram da competição.

Raizá Almeida, de 18 anos, também foi medalhista na categoria individual adulto, competindo com outras 9 meninas e ganhando a medalha de bronze. “Meus pais movem céu e terra para eu competir, porque não temos condições. O apoio da Seel é muito importante para incentivar a gente”, diz Raizá. Ela começou a treinar aos oito anos, motivada por um vizinho, que já praticava a modalidade. Outras quatro ginastas paraenses viajaram para o Maranhão, com apoio da Seel, entre elas Rhayra Rebouças, que foi vice-campeã adulta.

“A participação da equipe só foi possível porque obtivemos total apoio da Seel, através do secretário Vitor Miranda, que verdadeiramente mostrou ser um grande apoiador do esporte no Estado”, disse o professor Ulisses Monteiro de Lima, da cooperação técnica Seduc-Seel. “Essas medalhas só demonstram que a ginástica paraense precisa de mais apoio e que estamos no caminho certo”, disse o secretário Vitor Miranda, que recebeu as meninas ginastas na manhã desta terça-feira, 19, na sede da Seel.

Liandro Brito - Ascom/Seel