Final do Parazão é marcada por festa e um mega esquema de segurança

Foto: Thiago Araújo / Agência Pará 

A decisão do primeiro turno do Campeonato Paraense foi marcada por tranquilidade dentro e fora do Estádio Olímpico do Pará. Com um mega esquema de proteção, a Polícia Militar disponibilizou 990 homens para garantir a segurança de quem frequentou o Mangueirão para assistir o maior clássico de futebol da Amazônia. A operação de segurança contou, ainda, com 38 viaturas e 38 motocicletas que realizaram ronda ostensiva ao redor de todo o estádio.

Além da Polícia Militar, o esquema de segurança do Re x Pa contou com a ajuda de outros órgãos de segurança pública, como Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e Secretaria Municipal de Economia (Secon), além das unidades dos Juizados Especiais do Tribunal de Justiça do Estado (TJE).

“Não podemos falar em esquema de segurança do campeonato paraense sem pensar em uma ação integrada. Desde o início do campeonato, temos usado sempre a mesma tática, por isso tem dado tão certo”, avaliou o tenente coronel Antônio Cavalcante, comandante do policiamento de campo da Polícia Militar.

Para a titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Renilce Nicodemos, o primeiro turno do Parazão termina com um balanço positivo para o cenário do esporte paraense. “É certo que nós tivemos algumas dificuldades ao longo do campeonato, mas a Seel não mediu esforços para melhorar  a estrutura do Parazão. Sempre atuando junto com outros órgãos e contribuindo cada vez mais para a valorização do nosso futebol. Por isso fazemos um balanço muito positivo dessa primeira fase. E esperamos realizar um trabalho muito melhor no próximo turno”, ressalta a secretária.

Dentro do estádio o clima foi de festa. Aos 27 minutos do 1º tempo, Val Barreto aproveitou a sobra na jogada de Ratinho e abriu o placar para o Remo. A resposta do Paysandu  veio aos 30 minutos do 2º tempo, com um gol de Zé Antônio. Com o resultado, o Leão, que jogava pela vantagem do empate, garantiu a vitória e levou o título de campeão da primeira fase do Parazão, a taça Cidade de Belém.

Adison Ferrera - Secom

Data: 24/02/2014