Exposições de fotografia e arte indígena encantam visitantes em Marudá

“Arte e identidade étnica” é o nome da exposição etnográfica que está aberta ao público, com acesso gratuito, na oca das exposições instalada no complexo da Arena dos IV Jogos Tradicionais Indígenas do Pará, na praia de Marudá.

São dezenas de artefatos indígenas e fotografias, parte do acervo pessoal dos historiadores e produtores culturais Carlos Souza e Robinson Silva e contém peças colecionadas pela dupla ao longo de 20 anos de pesquisas junto a vários povos indígenas da Amazônia.

O material já esteve em exposição no Museu do Estado do Pará, no ano passado, e no Museu Paraense Emílio Goeldi, em 2012. Traz utensílios domésticos e de uso pessoal, além de indumentárias utilizadas em rituais religiosos. São redes, flechas, cestos, toras usadas em competições esportivas, entre outros artefatos. Dentro do espaço, há ainda uma área reservada à exposição de vídeos sobre vários povos.

Uma área de destaque foi reservada para o material que trata das atividades esportivas do povo Gavião Kyikatejê, etnia que tem um time de futebol profissional, o Gavião Kyikatejê Futebol Clube, que teve destaque no Campeonato Paraense de Futebol 2014.

O público conta ainda com uma exposição fotográfica com imagens de Robinson Silva, Alice Kohler, Delma Lobo e Magno D’Leon.

O espaço está aberto para visitação sempre das 9h às 12h e das 16h às 22h. A organização estima que nos quatro dias iniciais da exposição, 5.200 pessoas já tenham visitado o local.

Texto: Angela Gonzalez – Ascom Seel
Foto: Anderson Silva – Divulgação