Empresa gaúcha ganha licitação para troca das catracas eletrônicas do Mangueirão

Dentro do cronograma de obras do Estádio Olímpico do Pará (EOP), o Mangueirão, que estão sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), foi publicado no Diário Oficial do Estado o resultado da licitação para a troca das catracas eletrônicas do estádio. A empresa vencedora foi Imply Tecnologia Eletrônica Ltda., de Santa Cruz do Sul, do Rio Grande do Sul. Essa mesma empresa é quem implantou o sistema de catracas eletrônicas no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, onde será disputada a final da Copa do Mundo de Futebol 2014, no dia 13 de julho próximo.

Os serviços da Imply também estão presentes em outras nove arenas do Brasil, das quais sete recebem jogos da Copa do Mundo FIFA 2014. A empresa tem parcerias com as Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e de Santa Maria(UFSM) para o desenvolvimento de novas tecnologias. A Imply desenvolve tecnologia para sistemas de informação e entretenimento, por meio de soluções inteligentes.

O valor da licitação vencida pela Imply é de R$ 1.132.000,00. A licitação foi não presencial, isto é, as empresas participaram por meio de pregão eletrônico. O resultado foi publicado na semana passada e a assinatura do contrato com o diretor da empresa, Alessandro Ribeiro Estrada, foi realizada no dia 19 de junho.

A empresa foi fundada em maio de 2003 e possui a certificação ISO9001, e muitos prêmios importantes, dentre os quais destacam-se o 40º Prêmio Exportação - Destaque Mercadológico 2012 (ADVB/RS), 39º Prêmio Exportação - Destaque Avanço Global 2011 (ADVB/RS), Destaque Desenvolvimento Tecnológico 2011 (Gazeta e Rotary Club Santa Cruz do Sul) e o Prêmio Destaque Inovação 2010 (BRDE).

Gramado - As obras de retirada do gramado do Mangueirão estão bastante adiantadas. Nesta quarta-feira, 25, a máquina escavadeira que está fazendo a retirada material argiloso, que estava comprometido pela presença de um micro-organismo, chegou à metade do campo de futebol.

Estão sendo retirados 15 centímetros desse material argiloso que será substituído por outra base chamada Top Soil, que é uma capa selante que ajudará na drenagem do gramado. Essa fase de retirada do solo será de 12 dias e se encerará na próxima sexta-feira, dia 27. Após a colocação do Top Soil é que a grama Bermuda Celebration, que é certificada e dentro do padrão exigido pela FIFA, será plantada.

A previsão de entrega das obras de reforma completas do Mangueirão é em outubro deste ano. Até lá, os jogos de Clube do Remo e do Paysandu nas competições nacionais que os dois clubes estão participando serão realizadas em outros estádios do Pará.

Dedé Mesquita
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer