Clube do Remo é campeão paraense de futebol 2014 em clima de paz

 

 O Clube do Remo sagrou-se campeão paraense de futebol 2014, na tarde deste domingo, 8, no Estádio Olímpico do Pará - Mangueirão. Este é o 43º título do Leão, que perdeu a partida para o Paysandu por 2 X 0, mas como tinha a vantagem do último jogo, pode soltar o grito de campeão. Um forte esquema de segurança foi articulado e, com poucas ocorrências, a Polícia Militar do Estado manteve a segurança dos torcedores sob controle.

Foram cerca de 900 policiais militares, 20 da Polícia Civil, e homens do Corpo de Bombeiros, com um efetivo de 111 pessoas e a Guarda Municipal de Belém, com 150 homens, oito viaturas e 12 motos, além do apoio da Secretaria Municipal de Economia (Secon) e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), atuando dentro do estádio, no entorno dele e nas ruas e avenidas de Belém.

Excetuando um confronto entre integrantes de torcidas organizadas de Remo e Paysandu na rodovia Augusto Montenegro, duas horas antes do início da partida, as ocorrências foram poucas. Ao final do jogo, cerca de 30 pessoas, entre adolescentes - em grande maioria - e adultos, ficaram detidos na delegacia itinerante, que funcionou na administração do Mangueirão. Após averiguação, todos foram liberados. Uma mulher foi detida por porte ilegal de arma e autuada em flagrante na Seccional de Polícia de São Brás. A decisão do campeonato paraense obteve a renda geral de R$ 563.925,00, com cerca de 19 mil pagantes, em sua grande maioria torcedores do Clube do Remo.

Pacto - Assim como no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paraense de Futebol, na quarta-feira, dia 4, a Secretaria de Estado de Esporte de Lazer (Seel) continuou a campanha "Pacto de Paz". Convidados da secretaria, torcedores e integrantes da imprensa receberam a camiseta da campanha e aderiram à ela. Além das camisetas, mensagens foram exibidas no placar eletrônico e três grandes baners foram colocados na área da pista de atletismo do estádio, chamando atenção para a campanha.

O secretário de Estado de Agricultura, Andrei Gustavo Castro, e o titular da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer (Sejel), Thales Costa Belo, estiveram no Mangueirão e aderiram à campanha "Pacto de Paz". O mesmo fez o atleta de maratona Marílson Gomes do Santos, que esteve em Belém treinando na pista de atletismo do Mangueirão, vestiu a camisa e disse que campanhas como essa precisam ser reforçadas. "Torcedores merecem ter paz para celebrar as vitórias de seu time do coração", disse o atleta.

Ao final da partida, a titular da Seel, Renilce Nicodemos, fez a entrega das medalhas e da Taça Açaí aos jogadores e dirigentes do Clube do Remo. Renilce destacou o clima de paz durante a partida. "Fico feliz em perceber que tivemos tranquilidade dentro e fora do estádio. A intenção da Seel é que cenas de violência nunca mais voltem a se repetir nas partidas disputadas no Mangueirão. Agradeço a todos que se empenharam para que a segurança de todos fosse mantida", disse a secretária.

Depois do término do Campeonato Paraense de Futebol, o estádio Mangueirão entra em obras, cuja ação principal é a recuperação e troca do gramado do estádio. A licitação para a obra foi vencida pela empresa mineira Green Gramados Esportivos. A previsão é que a obra, que se inicia nesta semana, seja concluída em 90 dias.

Dedé Mesquita
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer

Foto: Sidney Oliveira/ Agência Pará