Cerca de mil jovens participam dos Jogos Abertos do Pará em Castanhal

 A fase metropolitana dos VIII Jogos Abertos do Pará foi aberta na noite de quarta-feira (7), no ginásio de esportes Loyola Passarinho, em Castanhal, nordeste do Estado. O evento é promovido pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e segue até domingo (11). Participam da competição cerca de mil atletas, a grande maioria alunos das escolas da rede pública de ensino do Estado.

Desta etapa, participam equipes de handebol, voleibol, futsal e basquete, nas categorias masculino e feminino, dos municípios de Ananindeua, Benevides, Castanhal, Colares, Curuçá, Igarapé-Açu, Inhangapi, Maracanã, Marituba, Santa Izabel do Pará, Santa Maria do Pará, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, São Miguel do Guamá, Terra Alta e Vigia de Nazaré. Os jogos são uma olimpíada estudantil que busca a integração entre os jovens e também descobrir novos talentos do esporte amador.
A base e a secretaria dos jogos são o ginásio Loyola Passarinho, no bairro Estrela, em Castanhal, mas há partidas, como as de basquete, que ocorrem no ginásio do Serviço Social da Indústria (Sesi), na rodovia BR-316. Os jogos de futsal serão nos ginásios Loyola Passarinho e Ianetama, e os de vôlei, no ginásio da academia Personal Sport, no Centro.
As disputas são no sistema de eliminação simples, pelo confronto direto. Por ter sido a única equipe inscrita, a seleção feminina de basquete de Castanhal será a representante da regional na grande final dos VIII Jogos Abertos do Pará, que ocorre em agosto deste ano, na cidade. As equipes vencedoras em cada modalidade ganham o troféu Eficiência, que concede cinco pontos ao primeiro colocado, três para o segundo e dois para o terceiro lugar.
A titular da Seel, Renilce Nicodemos, disse que todo o corpo técnico da secretaria está empenhado no sucesso dos jogos. “O papel da Seel vai muito além do esporte e do conceito de vida saudável. É uma questão também de agregar valores sociais incalculáveis quando se oportuniza o incentivo às práticas esportivas aos jovens estudantes paraenses. Essa missão é da secretaria, e estamos empenhados nela”, disse.
Para o coordenador geral dos jogos, Luiz Haroldo de Melo e Silva, a competição tem um papel social bem definido. “Sabemos que o esporte tem um poder de chamamento, de convocação, e que isso pode ser determinante para a vida de jovens que possam estar em risco social. Por isso, nos empenhamos para que as competições tenham um alcance bem amplo”, considerou.
Os VIII Jogos do Pará já passaram pelas cidades de Paragominas, Bragança e Santarém. As próximas região serão o Marajó, com sede em Ponta de Pedras, de 14 a 18 de maio; e o Baixo Tocantins, em Barcarena, de 21 a 25 deste mês. A região do Araguaia, com sede em Parauapebas, está com data a ser definida.
Dedé Mesquita
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer