Atendimento médico e odontológico aos idosos do programa Vida Ativa na Terceira Idade é inaugurado no Mangueirão

   

Uma unidade de atendimento médico e odontológico aos idosos do programa Vida Ativa na Terceira Idade foi inaugurada nesta quinta-feira, 19, no estacionamento A1 do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. No espaço já funcionava o ambulatório médico do Mangueirão usado durante os jogos e outros eventos esportivos e foi apenas reestruturado com mais equipamentos para ampliar o atendimento para quem já participa do programa, tendo um acompanhamento mais adequado no seu estado de saúde, como para quem não é cadastrado ao programa e precisa passar por avaliação médica e emitir um atestado para participar das atividades do Vida Ativa. Veja as fotos, clique aqui!

A parceira para a criação do espaço foi firmada entre Secretaria de Estado de Esporte e Lazer – Seel e a Secretaria de Estado de Saúde Pública – Sespa. “Atividade física e mental é muito importante para mantermos uma saúde adequada tanto para o nosso corpo como para a mente”, discursou o secretário de Estado de saúde, Hélio Franco. Ele aproveitou a oportunidade e palestrou sobre doenças na terceira idade para um grupo de 70 idosos que foram convidados para a inauguração. A primeira dama do Estado, Ana Jatene, também participou e deslaçou a fica de inauguração ao lado do secretário adjunto da Seel, Leo França.

“Com a abertura desta unidade de atendimento médico vamos dar mais conforto para os nossos idosos que participam do Vida Ativa no Mangueirão em reavaliar o seu quadro clínico e oportunidade para novos idosos que moram no entorno do estádio passarem por uma avaliação médica e entrarem no Programa e praticar uma atividade física”, comentou o secretário adjunto.

O termo de cooperação entre Seel e Sespa dividiu funções. A Sespa oferece a equipe médica composta por médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, odontólogo e atendente de consultório que atenderá os idosos durante 3 vezes na semana. Enquanto que a Seel faz o agendamento da consulta ligando para os mais de 1.800 idosos que fazem parte do Programa.

“Esse ambulatório é excelente, principalmente por causa do cardiologista. Antigamente nós ficávamos esperando meses até um atendimento, mas agora a nossa situação vai melhorar”, disse Madalena Souza, de 65 anos. Ela participa do projeto a mais de 15. “Hoje em dia ninguém mais pode falar que não consegue fazer parte do Vida Ativa por falta de médicos, pois eles estão aqui para fazer todos os exames que nós precisamos. É importante que nós idosos participemos dessas atividades para cuidarmos de nossa saúde”, completou.

Na programação de inauguração, o artista Jeferson Cecim apresentou seu espetáculo “Mater Dolores – Desvãos da Memória”, com bonecos em um palco em miniatura a partir da técnica lambe-lambe. O espetáculo dura apenas 3 minutos e é visto por um espectador de cada vez, como nas câmeras fotográficas antigas em formato lambe-lambe. A história é baseada em contos de dois autores paraenses sobre a velhice.

“É um tema importante para a nossa sociedade. Não é muito apresentado no teatro. Os bonecos fazem o assunto ser um tema mais leve e tem tudo haver apresentar hoje para estas idosas”, comentou o artista premiado pela Fundação Nacional de Artes - Funarte como melhor “arte cênica na rua” em 2012. “Este projeto é muito bom e há a necessidade de estar em todos os bairros, principalmente os carentes de arte e de esporte”, comentou sobre o Vida Ativa. Para encerrar, um grupo de dança com 16 idosas apresentou uma coreografia ao som do “show das poderosas”, mostrando muita animação e saúde.

Vida Ativa - O Programa Vida Ativa oferece diversas atividades esportivas para idosos acima de 50 anos, como vôlei, ginástica e alongamento, além de aulas de artesanato. Para se inscrever no Programa o idoso deve ter acima de 50 anos e levar cópia da Carteira de Identidade, comprovante de residência, duas fotos 3x4 e o atestado médico comprovando que está bem de saúde para exercer atividades físicas a algum dos pontos de atendimento do programa: Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Pará – Assalp, Grêmio Literário Português, sede social do Clube do Remo, Hospital Abelardo Santos e o Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão).

Liandro Brito - Ascom/Seel