Adeus a Israel Cruz, o “Atleta de Cristo”

Atleta paralímpico beneficiado pelo programa “Bolsa Talento” deixa saudades e muito orgulho

   

O corpo de Israel Cruz Jackson de Barros, 41, vítima fatal do acidente ocorrido na competição para cadeirantes da São Silvestre (31/dez./2012), chegou ao Aeroporto Internacional de Belém às 13h30 e liberado somente às 15 horas para o velório que aconteceu na residência da família e depois seguir para o sepultamento, às 8h da manhã do dia 03, em cemitério particular localizado no município de Marituba (Região Metropolitana de Belém). 

O Secretário de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Marcos Eiró, acompanhou a chegada do corpo do paratleta paraense Israel Cruz, o “Atleta de Cristo” - como gostava de ser chamado - prontificando-se de apurar, junto às Secretarias de Segurança Pública dos Estados do Pará e São Paulo, à comissão organizadora da prova (dirigentes) e à Associação Desportiva para Deficiente (ADD), com mais precisão, o caso que resultou na morte do paratleta, e aproveitou a oportunidade para lembrar, com orgulho, que Israel foi um dos atletas beneficiados pelo programa “Bolsa Talento” da Seel. “Este é um momento muito difícil para a família de Israel e o Governo do Estado se coloca inteiramente à disposição para tudo que precisarem”. Declarou Marcos Eiró.

Parentes e amigos da vítima acompanharam o velório e o enterro e prestaram condolências à família de Israel Cruz, valorizando a dedicação para com o esporte e sua família. Entre os presentes, o amigo Waldir Moura, presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência, lembrou a trajetória de Israel para galgar espaço de destaque na categoria esportiva qual se propôs a defender e da sua contribuição para elevar o Pará em vários pódios, orgulhando toda a nação paraense.

Israel Cruz, o “Atleta de Cristo”, chega ao mais alto dos pódios e nos deixa o exemplo de que não há limites para quem ama o esporte.

Marco Souza - Ascom/Seel